sexta-feira, 11 de setembro de 2015

JESUS E A AÇÃO SOCIAL

O Espírito do Senhor está sobre mim, porquanto me ungiu para anunciar boas novas aos pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos, e restauração da visita aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos, e para proclamar o ano aceitável do Senhor.  Assim Jesus se apresentou aos seus em Nazaré.  Citando o texto de Isaías, Jesus compreendeu a sua missão como sendo portador de novidades aos pobres, o anunciador de que os presos já podem se sentir livres, os cegos podem ver, os oprimidos têm chances de se sentirem aliviados e, principalmente, chegou o momento do grande dia do Senhor.
Muito mais que redimir da destruição eterna as almas humanas, Jesus na sua missão preocupou-se com o ser humano na sua vida quotidiana, nos seus problemas, carências e dificuldades, nas suas opressões, escravidões e esperanças.  Foi com estes homens e mulheres que Deus se identificou, foi no meio deles que veio viver e se misturar, foi por eles que Deus esteve em Jesus no mundo.
Aos pobres é anunciado boa nova: Todos os recursos mínimos para uma sobrevivência digna que lhes foram tirados pelas tiranias deste mundo que jaz no maligno agora sabemos que estão sob o domínio de Deus: Do Senhor é a Terra...  O próprio Deus haverá de subverter a ordem econômica atual para que os pobres possam viver com dignidade.  A injustiça da pobreza terá um fim.
Nas grades já começa a soar o anúncio da liberdade que Jesus oferece: Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.  Deus julgará os povos com o seu juízo e trará liberdade a todos os seus.
Os cegos já não estão mais condenados à escuridão pois disse Jesus: Eu sou a luz do mundo.  A poesia da luz agora pode brilhar nos olhos de todos.  Não há porque sermos cegos, podemos olhar para frente e ver, vislumbrar, contemplar o amanhã de Deus, ter esperança.  Deus em Cristo Jesus faz-nos ver.
Aos opressos, sobrecarregados, injustiçados, sem-terra, àqueles que lhes foi roubada a justiça, que estão pisados pelos pés dos poderosos deste mundo, Jesus os põe em liberdade: Vinde a mim e eu vos aliviarei.  Desfez-se toda a desesperança diante das opressões deste mundo atual, Cristo veio para dar liberdade.  O império do mal que governa este mundo não prevalecerá, os governantes e poderosos não subjugarão para sempre os humildes.  Jesus já garantiu a liberdade.
Afinal, este é o momento aceitável do Senhor.  Em Cristo inaugura-se o Reino de Deus com seus valores de justiça, amor, paz e esperança.  Jesus nos anuncia: É chegado o Reino de Deus.
E assim como Jesus foi enviado ao mundo, também ele nos enviou.  Já é hora de a igreja começar a compreender que o Espírito está sobre ela e por isto tem a missão de contar a novidade aos pobres, anunciar que Cristo liberta.  Já chegou o momento de a igreja fazer ver e trazer libertação aos oprimidos deste mundo.  Chegou o anos aceitável do Senhor.

Escrevi este texto lá pelos anos de 1990.  Lembro que ele foi publicado em O Jornal Batista na época, mas não tenho guardado uma cópia, nem sei exatamente a data.  Como encontrei o rascunho original em meio a umas papeladas antigas, resolvi digitar e publicar aqui.

4 comentários:

  1. Muito bom seu texto. estava pesquisando sobre Jesus social e acabei encontrando seu texto que achei muito claro e resumido para poder levar aos jovens.
    obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que o texto pode ser útil na edificação da igreja.
      A Deus seja a glória.
      Abs

      Excluir
  2. muito bom meu irmão.Deus o abençoe!

    ResponderExcluir