terça-feira, 27 de março de 2012

Salmo 116 – uma leitura


O contexto que gerou a adoração na eira de Araúna foi a reparação por um ato equivocado praticado por Davi (confira em 2Sm 24).  Por outro lado, quando lemos o Sl 116 o que realmente motiva o sacrifício é o desejo de retribuir toda a bondade demonstrada pelo Senhor (Sl 116:12).
Em comum, porém, em ambos os casos, pode ser notada a súplica pelo auxílio divino diante do infortúnio.  Davi clamou diante da repreensão divina: Agora, SENHOR, eu imploro que perdoes o pecado do teu servo (2Sm 24:10).  O salmista também apresentou o seu clamor:
As cordas da morte me envolveram,
as angústias do Sheol vieram sobre mim;
aflição e tristeza me dominaram.
Então, clamei pelo nome do SENHOR:
Livra-me, SENHOR!
(Sl 116:3-4)
Também em ambos os casos, o clamor deu lugar aos sacrifícios de adoração.  O salmista reconhece que somente o Senhor é misericordioso para livrar a sua alma aflita (Sl 116:5).  E se questiona como retribuir por bênçãos sem medida.  O salmista então conclui que a única maneira é adorando ao Senhor:
Oferecerei a ti um sacrifício de gratidão
e invocarei o nome do SENHOR,
Cumprirei para com o SENHOR
os meus votos,
na presença de todo o seu povo,
nos pátios da casa do SENHOR,
no seu interior, ó Jerusalém
Aleluia!!
(Sl 116:17-19)

13 comentários:

  1. Ao citar Davi no texto de Samuel o senhor está querendo sugerir que ele é o salmista do Salmo 116?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente o Sl 116 como se encontra em nossa Bíblia é um poema anônimo. Ele faz parte do grupo chamado de Hallel (Sl 113 a 118) e que eram entoados nas celebrações pascais em Israel.
      Ao refletir sobre ele, comparando com a adoração de Davi na eira de Araúna, faço uso de um recurso de interpretação bíblica que é fazer um texto espelhar o outro e assim enriquecer a compreensão do sagrado, sem que isso implique em autoria conjunta.
      Oro apenas para que a atitude dos heróis bíblicos encontre eco na vida de cada um de nós.
      Um abraço.

      Excluir
  2. Obrigada suas palavras me foram muito uteis

    ResponderExcluir
  3. Paz do Senhor amada ,peço desculpa pois naquele horário estava sem condições.
    Estou seguindo seu blog e seu banner esta na Lady Regina.
    Confira: http://ladymaregina.blogspot.com.br Agradeço por me convidar , feliz em fazer parte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz, querida, É bom tê-la conosco.
      Deus a abençoe.
      Abs

      Excluir
  4. A PAZ DO SENHOR ME EXPLICA SOBRE O VERSO 11 DO SALMO 116.





























    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida, o Salmo 116 é uma súplica. O salmista está aflito e narra todo o drama que se passa em seu interior - até por isso o Salmo é intenso! Ele fala cordas de morte, angústia do inferno, aflição e tristeza que dominam sua alma. Em meio a tal pânico ele se desespera e conclui que ninguém merece confiança. Assim é o homem em seus aperreios diários. Como deixar a confiança se expressar em meio a tantas angústias e dores na alma? Quando o desespero anuvia o espírito, as esperanças se vão!
      Mas o salmista, apesar da situação, consegue crer num Deus que do caos pode fazer surgir toda a sua bondade, por isso depois da tempestade ele pode dizer: "Retorne ao seu descanso, ó minha alma, porque o Senhor tem sido bom para você!" (Sl 116:7). e é então que ele se dispõe a cumprir seus votos de louvor.

      Excluir
    2. 116:11 ALMEIDA ATUALIZADA:

      Eu dizia na minha precipitação: Todos os homens são mentirosos.

      Excluir
  5. Versos16; ninguém comenta nada a respeito, nesse verso Davisso nos diz que sua mãe era alguém que senvia ao Senhoredor, logo ele nos faz ver de que cepa ele, ninguém se torna um adorador da qualidade dele, sem ter tido um exemplo em casa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa observação querida. Realmente o salmista reconhece que assim como sua mãe, ele também se apresentava como servo do Senhor, pois suas correntes de escravidão tinha sido rompidas. Este era também o motivo de oferecer ao Senhor sacrifício de gratidão.
      Abr.

      Excluir
  6. A Paz do Senhor, queria uma explicação sobre o verso 16 deste salmo, (sou teu servo, filho da tua serva) a quem se refere esta serva?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Salmo 116 é anônimo. Logo não sabemos nem quem o escreveu e também sua mãe. Mas temos o registro da herança bendita que passou de mãe para filho de serviço, submissão e adoração ao Deus que nos livra todos os nossos embaraços. Deus promete tratar com bondade até mil gerações dos o amam e obedecem seus mandamentos (leia Êx 20:6). Então, não sei quem é a esta serva, mas sei o que a bela poesia do texto de diz: o bom exemplo da mãe transbordou para seu filho e, sem dúvida, isso se tornou um trunfo espiritual para o salmista.

      Excluir