terça-feira, 16 de março de 2021

DA VITÓRIA AO FRACASSO – A trajetória de Saul

 

O benjamita Saul está lá história de Israel.  Rei ungido e líder nacional.

Da trajetória de Saul, o que nos chama mais atenção é a mudança no seu espírito.  Ela nos mostra como as atitudes humanas podem nos tornar alvos de bênçãos, ou nos afastar daquilo que Deus tem para nós.

Acompanhe a sequência, como narrada no primeiro livro de Samuel:

 

# 8:6 – O povo pede um rei;

# 9:16 – O Senhor escolhe a Saul para ser rei e o envia ao encontro de Samuel;

# 10:1 – Samuel unge a Saul como primeiro rei de Israel;

# 10:6 – Com a unção, o Espírito do Senhor se apoderou de Saul;

# 11 – Saul conquista várias vitórias militares e tem o seu reinado confirmado;

# 13:13-14 – O profeta Samuel repreende o rei Saul por ele ter oferecido um holocausto indevido ao Senhor;

# 14:24 – Saul faz um juramento tolo e desnecessário;

# 15:8 – Uma ordem direta de Deus não foi obedecida por Saul ao poupar a vida do rei e dos rebanhos amalequitas;

# 15:12 – Saul manda erguer um monumento em sua própria homenagem;

# 15:15 – O rei Saul mente sobre os rebanhos dos amalequitas;

# 15:21 – Ele apresenta uma desculpa tola para não ter cumprido a ordem;

# 15:26 – Deus anuncia a rejeição de Saul;

# 16:14 – O Espírito do Senhor se retira de Saul e enche Davi.

 

Saul foi escolhido por Deus mas deixou que a soberba e a arrogância lhe enchessem o coração.  Isto foi a porta de entrada de outros tantos pecados que acabaram por levá-lo para bem longe dos planos de Deus e por fim a sua completa rejeição (lembre-se de que a morte de Saul veio com um humilhante suicídio – 1Cr 10:1-14).

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário