terça-feira, 13 de maio de 2014

VOCÊ CONHECE MANGABA?

— Você conhece mangaba?
— Não!
— Você não imagina o que está perdendo!
Mas você pode acreditar que este diálogo já se repetiu diversas vezes aqui em Aracaju.  Sempre que alguém de fora vem por aqui e a gente apresenta a frutinha, a reação é a mesma. 
— Isto é coisa da terra!
Então, para quem ainda não conhece, aí vai uma descrição rápida.
A mangaba – que nem o editor de texto que estou usando conhece – é uma pequena fruta (o pé se chama mangabeira) que, quando grande, não chega a ser maior que um dedo.  Ela madura tem uma cor com jeito de um amarelado meio puxado a rosa, vermelho ou laranja, sei lá – uma cor bem dela: amarelo mangaba.
E o gosto.  Não é doce, também não extremamente azedo.  Ela tem um gosto marcante que qualquer sergipano que se preze conhece muito bem.  E não posso esquecer o ranço, ou visgo, inigualável da mangaba.  Onde se coloca mangaba, ela sobressai.
Antes que esqueça, com mangaba se faz de tudo: suco, imbatível; sorvete, o melhor; além de cremes, geléias, doces, balas, e por aí vai...
Mas mangaba é mangaba e ponto.  É daquelas experiências que se tem na vida que são únicas e inigualáveis.  Só experimentando para saber.  Só colocando a frutinha na boca ou saboreando o seu suco para conhecer e poder falar do quanto ela é boa.
Então não vou fazer nenhuma reflexão filosófica, teológica ou científica sobre a mangaba, apenas atiçar sua vontade de vir conhecê-la, afinal:
— Você conhece mangaba?
— Não!
— Você não imagina o que está perdendo!

(Lá em cima, uma mangaba no pé, quase madura – "de vez" como a gente chama.  A foto eu tirei na Barra dos Coqueiros, cidade vizinha aqui de Aracaju)

2 comentários:

  1. Aquí na nossa região, a gente ouve falar, mas não conhece profundamente. Foi muito útil a explicação de vocês e a sugestão de experimentar é muito válida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Venha conhecer a mangaba. Tenho certeza que você não vai se arrepender.
      Abs

      Excluir