sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

FALA DEUS!

 



Fala Deus! Fala Deus!
Toca-me com brasas do altar.
Fala Deus! Fala Deus!
Sim, alegre, atendo ao teu mandar.

 

Eu me lembro de ouvir o cântico “Fala Deus!” nas reuniões de oração em nossa igreja na minha infância aqui em Aracaju.  Naquela pouca idade, eu também pouco conhecia e a melodia era apenas mais um corinho de inspiração que se entoava nos cultos.

Depois, esse hino me acompanhou por vários outros momentos.  Descobri que o corinho era na verdade o refrão do Hino “O Senhor da Ceifa Chama” (nº 127 da Harpa Cristã) e o ouvi em variadas gravações, de Luiz de Carvalho a Cassiane – e até cheguei a cantar com o nosso Coral Idade Feliz em nossa Igreja.

Bem mais recentemente fui em busca de maiores detalhes sobre o hino.  Confesso que não achei muita coisa que alimentasse minha curiosidade.  Sei apenas que a composição original é do sueco Otto Nelson que atuou como missionário das Assembleias de Deus no Brasil nos primeiros anos do século XX – tendo inclusive contribuído na organização da Igreja Assembleia de Deus aqui em Aracaju em 1949.

 

O hino em si tem uma melodia agradável e de fácil memorização – o que só valoriza a canção – e a ouvir ao toque de uma banda de metais da própria Assembleia de Deus levanta qualquer crente.

 

A letra aponta diretamente à experiência do profeta Isaias quando viu o Senhor no trono (capítulo 6) e foi tocado pela brasa viva do altar o capacitando para levar a mensagem.

Porém, bem ao estilo mix pentecostal, a letra nos conduz tanto a compreensão da urgência no anúncio da mensagem pois muitos já se vão expirando quanto a esperar a saudação e o bem-vindo de Jesus no grande dia quando finalmente poderemos descansar dos trabalhos daqui e desfrutaremos das bênçãos que nos aguardam.

Mas o refrão sempre traz de volta a oração: Fala Deus! Toca-me.  E assim, enquanto espero a manifestação da graça eu me coloco alegremente à disposição para atender o mandar divino.

 

Que seja essa a nossa oração: Fala Deus pois estou atento a ouvir e atender sua voz.

 

2 comentários:

  1. Excelente narrativa interpretada por esse grande Homem de Deus, que tanto o admiro e respeito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado querido.
      A glória seja a Deus que continua falando conosco.
      Abr

      Excluir