terça-feira, 31 de março de 2015

O TÚMULO ESTÁ VAZIO

Há muitos anos, na véspera da comemoração de uma festa religiosa, foi levado à morte um justo por se auto-denominar o Filho de Deus.  Até posso acreditar que sua morte teve conotações político-religiosas, mas o mais importante é que esta história não acaba aqui.  Ele está vivo.  Este homem é o Cristo.  É claro que também não encontramos em lugar algum o registro do momento exato da sua ressurreição, mas temos em vários lugares o testemunho daqueles que conseguiram apreender pela fé o significado de ter sido encontrado apenas o túmulo vazio.
Estes homens e mulheres que viram pessoalmente o Cristo vivo depois de ele ter passado pela cruz nos contam da profunda liberdade sentida como efeito da ressurreição e do túmulo vazio como símbolo de uma vitória.
A ressurreição nos libertou do pecado interior (leia Rm 8:1-2).  Cristo na cruz pagou o preço do pecado e na ressurreição deu o caso por encerrado.  Ao aceitarmos com fé a ressurreição estamos livres do peso do pecado e da impureza que nos amarra à morte.  Falando em liberdade faz-se mister também lembrarmos do testemunho dos que falam do não estar mais amarrado às estruturas e tradições (leia também Gl 5:1).  A ressurreição sem dúvida decretou a nossa liberdade para a vida em Cristo Jesus.
A morte sempre foi o último obstáculo a desafiar o ser humano, mas agora onde está ó morte a tua vitória?  Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo (1Co 15:55-57).  No túmulo vazio temos o símbolo da vitória final de Cristo sobre a morte.  Agora que o túmulo vazio nos mostra que nosso maior inimigo foi finalmente esmagado pela ressurreição, estamos livres do medo da morte e podemos desfrutar da vida que Cristo dá.  Se a morte não é mais um fim, no poder de Deus, então agora os sonhos desta vida fazem sentido.
A lembrança do túmulo vazio e a certeza da ressurreição deve nos fazer hoje render uma prece de louvor a Deus pela realidade da vitória de Cristo por mim e no meu lugar e nos colocar como filhos amados integralmente na mãos amorosas e poderosas do Pai para ele realizar em nós os nossos desejos:  a sua vontade (Sl 37:4).

2 comentários:

  1. Sem a ressurreição, a mensagem deixada com os apóstolos para ser levada ao mundo, deixaria de fazer sentido. A fé em Jesus Cristo o Filho unigênito de Deus, perderia seu significado sem a sua ressurreição. Significaria ser ele apenas um homem comum sem nada de divino, além do que todos os demais nascidos de mulher possuem. O túmulo vazio, tem por significado a confirmação da validade de nossa fé em suas palavras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta é a grandeza de nossa fé: o Filho Único de Deus deu na sua vida por nós, mas venceu a própria morte deixando o túmulo vazio. Por isso o louvamos a cada dia.
      Abs.

      Excluir