terça-feira, 16 de julho de 2013

Parábola das coisas – A TORNEIRA

Ainda ontem, lavando os pratos, aproveitei para fazer duas coisas que muito me agradam: cantarolar (de preferência louvores antigos) e deixar a mente vaguear (ajuda a oxigená-la).  E sabe mais? Faço isso como quem dá um coçadinha nas idéias – pode não ter muita explicação científica, mas é gostoso e só faz bem...
Mas vamos à parábola.
Diante da pia, observei naturalmente a torneira.  Numa primeira vista, é um pedaço de encanamento que se sobressai e serve para controlar o fluxo de água (acho que esta é uma boa definição).  Em tese, uma torneira funciona como algo capaz de liberar ou reter a água.  Não importa se feita de metal, plástico ou outro material; se grande ou pequena; se ornamentada ou simples; se delgada ou resistente a altas pressões.  Torneira é simplesmente isso.
Mas tem mais.  Uma torneira só será útil se estiver devidamente ligada a um encanamento e este a uma fonte de água.  A torneira sozinha não produz o líquido.  Pode ser bonita como for, sozinha é inútil.
Hoje já existem torneiras modernas e luxuosas: abrem e fecham sozinhas, detectam mãos se aproximando, agregam tecnologia e fazem outras coisas tantas.  Porém só será torneira se for capaz de deixar a água fluir quando isso lhe for requerido!
E eu me vi ali, naquela torneira simples de casa.  Lembrei que o Mestre Jesus se apresentou como sendo a água viva que mata toda sede eterna (lembra o papo dele com a mulher samaritana?), e que eu deveria apenas ser um canal para fazer tal água chegar às pessoas que estão ao meu alcance.
Sei que toda parábola é naturalmente limitada em sua aplicação.  Não dá para ser diferente.  Então me permiti, enquanto lavava os pratos, aprender mais esta lição:  Cristo é a água.  Que eu seja uma torneira aberta aos outros.

4 comentários:

  1. Amém!Amo seu trabalho.Parabéns pelo seu dia,ontem.Que Deus esteja sempre ao teu lado te impulsionando todos os dias a fazer tua vontade.O meu carinho,sempre!
    Bom dia,Pastor Jabes Filho.
    Um Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom esse texto. Glórias ao pai por essa inspiração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, querido.
      Que a glória seja somente a Deus.
      Um abraço

      Excluir